NOVIDADE

O Brasileiro e sua relação com o Esporte

30

Jan

2014


Por Luiza Lourenço
E-mail: luiza.xlourenco@gestaoesporte.com


Por possuir características híbridas como as que vêm sendo apresentadas neste portal, o Esporte é capaz de ser associado a diversos outros segmentos, produzindo novos significados e necessidades, sendo um elemento de importante valor na formação da sociedade brasileira. Da relação entre o brasileiro e as práticas esportivas, podem-se obter algumas interpretações que trazem reflexões envolvendo o modo como essa relação se dá e as gestões dessas práticas.


Segundo o Dossiê realizado pela empresa Ipsos Marplan em 2006, ao longo do percurso humano, o Esporte possui grande relevância histórica, social e econômica, tendo sobre ele depositado diversos valores da sociedade. Sendo muitas vezes interpretado como luta, lazer, competição e etc., dependendo do contexto em que está inserido.


No Brasil, o Esporte, sobretudo o Futebol, obteve espaço principalmente no século XX, quando ia ao encontro dos sentimentos cultivados em uma época de modernização, na qual os valores de nacionalidade, força e vitórias precisavam ser propagados. Assim, a prática esportiva foi conhecendo a profissionalização e sendo difunda pelo território. Valores da sociedade atual (como preocupação com o corpo, promoção da qualidade de vida, saúde e bem estar) e a realização dos megaeventos esportivos contribuem para que o Esporte esteja ainda mais em evidência no país.


Uma pesquisa online realizada pela empresa Deloitte em 2011 pretendeu identificar as preferências e as práticas de esportes dos brasileiros. A amostra obtida apresentou respondentes de quase todos os estados do país, com diversos valores de fontes de renda e faixa etária em sua maioria entre 20 e 40 anos, contendo também participantes com idades superiores. Representando 40% da amostra, está o público masculino com até 40 anos e residente em São Paulo.


Dentre alguns resultados da pesquisa, está o fato de que os brasileiros elegem como favorito os esportes coletivos (Futebol e Vôlei) entretanto são os esportes individuais os que possuem mais praticantes (com exceção o Futebol, que vem em primeiro, seguido de Corrida ou Cooper, Musculação e Tênis). Veja abaixo a tabela representativa das respostas:


 
   


Outro fator a ser observado é a relação entre os esportes mais televisionados e os que são considerados mais disseminados no Brasil pelo público. O Futebol lidera as duas tabelas, enquanto o Tênis não é citado nem entre os cinco primeiros como esporte mais disseminado, sendo o segundo com mais exposição na mídia. A Natação é citada como a quarta atividade mais disseminada, quando não chega a 1% em horas de exposição midiática. As Artes Marciais (MMA) e outras lutas em geral, apesar de ocuparem a 6ª colocação como mais propagado do país, dividem opiniões quanto ao gosto (55% declararam gostar do esporte contra 45% que afirmaram que não gostam). Veja a tabela:


 
   


Alguns esportes foram citados como interesses para serem entendidos melhor ou praticados, sendo os Esportes de Inverno (Hóquei no gelo, Esqui, Curling), Rugby, Golfe, Ciclismo e Futebol Americano os primeiros citados. Rugby, Artes Marciais e Vôlei foram os três primeiros apontados como as práticas que mais iriam crescer no país.
Os resultados obtidos representam um ponto de partida para algumas reflexões relevantes à Gestão do Esporte. As atividades esportivas individuais, por serem mais praticadas, necessitam de um aparato que envolve infraestruturas, como vias corretas para práticas de Cooper, construção e adequação de instalações esportivas para a musculação e investimentos em locais apropriados e quadras de Tênis.


Há também uma demanda quanto à difusão de outros esportes que não somente o Futebol, quando os respondentes manifestam interesse por conhecê-los e praticá-los. O Futebol é uma unanimidade no país sob diversos aspectos, contudo, outras práticas também são alvos de atenção do público. Em relação à gestão esportiva, as iniciativas para fidelizar e promover o desenvolvimento dessas atividades estão aquém dos investimentos que ajudam a manter a cultura monoesportiva brasileira.


A profissionalização e o progresso da Gestão do Esporte passam pela compreensão dos valores e sua representação no país. Desenvolver um olhar que ultrapasse as fronteiras já delimitadas é um exercício que deve ser praticado no intuito de promover o Esporte de maneira democrática e que consiga contribuir tanto para a evolução em alto nível, quanto à promoção do lazer e cidadania.


Crédito foto: 

esportesemdemdebates.blogspot.com



Referências e fontes de pesquisa:


Dossiê Esporte- um estudo sobre o esporte na vida do brasileiro, 2006, Ipsos Marplan. http://pt.slideshare.net/Studiesfree/dossi-esporte-cap1#btnPrevious


Pesquisa muito além do futebol- Deloitte http://pt.slideshare.net/cesalve/pesquisamuitoalemfutebol#btnPrevious


PRONI, Marcelo W. e LUCENA, Ricardo de F. Esporte: história e sociedade. Campinas, SP: Autores Associados. 2002

 


COMENTE ESSA NOVIDADE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
Aspectos do Comportamento Motor: por que o gestor deve estar atento a isto?
Aspectos do Comportamento Motor: por que o gestor deve estar atento a isto?
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
GALERIA

Conheça os Profissionais GestãoEsporte.com

PUBLICAÇÕES
publicado em 29 de junho de 2014
Vol. 4, No 1 (2014) Revista Intercontinental de Gestão Desportiva<< Leia mais >>
publicado em 21 de maio de 2014
Vol. 4 (2014) Suplemento 1: I Congresso Internacional de Responsabilidad Social y Corporativa y Gestión Deportiva<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 2: XIV Congresso APOGESD - Da Liderança à Inovação: O Papel do Gestor Desportivo<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 1: V Cong. Brasileiro sobre Gestão do Esporte - Gestão do Esporte no Brasil: Vicissitudes, Limites e Formação<< Leia mais >>
Gestão Esporte :: O seu ambiente virtual para discussões esportivas :: Juiz de Fora - MG

(32) 9801-0111

(32) 8707-6229