NOVIDADE

Nutrição Esportiva: o impacto do consumo alimentar sobre o desempenho de atletas de alto nível

11

Fev

2014


Por Luiza Lourenço
E-mail:luiza.lourenco@gestaoesporte.com.br

 

O impacto da alimentação sobre o desempenho esportivo é um fator conhecido desde as disputas olímpicas originais datadas de a. C., ganhando estudos cada vez mais específicos desde o século passado. De fato, o consumo de nutrientes e calorias de acordo com as necessidades fisiológicas dos atletas e ainda as modalidades da qual participam ganham destaques nas competições com a Nutrição Esportiva.


Em um estudo sobre o consumo alimentar, pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina (2007), afirmam que "a adequação do consumo energético e nutricional é essencial para a manutenção da performance, da composição corporal e da saúde desses indivíduos ". Sendo assim, a baixa ingestão de energia pode ser prejudicial, podendo afetar o fornecimento de importantes nutrientes relacionados ao metabolismo, à reparação de tecidos, ao sistema antioxidante e à resposta imunológica dos atletas.


O nutricionista esportivo identifica os tipos de alimentos e a influência dos nutrientes diretamente no desempenho do competidor, avaliando suas necessidades, os níveis de atividades em um determinado período e ainda sua fisiologia. O consumo apropriado de carboidrato, por exemplo, atua no armazenamento de glicogênio, na manutenção dos níveis de glicose (e consequentemente nos de energia) e também no estado de humor do atleta.


A ingestão de proteínas tem grande relevância no quadro de treinamentos físicos diários, influenciando no metabolismo energético, reparo e desenvolvimento muscular. Os lipídios participam de importantes processos celulares, como fornecimento de energia para músculos e síntese de hormônios esteroides e auxilia na resposta inflamatória. Já as vitaminas e sais minerais auxiliam no metabolismo energético, atuação muscular, além de defesa antioxidante e resposta autoimune. A ingestão de líquidos é responsável pela reposição hídrica e termorregulação do corpo.


Outras particularidades também são levadas em consideração pelo profissional dessa área da Saúde. Como apresentado nesta matéria da BBC (clique aqui), para a prática de algumas modalidades esportivas, há uma ingestão maior de calorias que para outras. Na categoria de "longa duração ou resistência", com maior necessidade calórica, estão incluídos Triatlo, Remo, Natação em águas abertas e ciclismo, além de outros. Do outro lado, estão os "esportes de categoria de peso" e "esportes estéticos", como Boxe, Artes Marciais, Ginástica e Nado Sincronizado. Há também o grupo que necessita de uma alimentação específica e aqueles que não se preocupam muito com o quesito.


Os pesquisadores da UFSC (2007) apontam que, apesar da relação entre a nutrição e o desempenho dos competidores estarem em constante evidência, ainda há a predominância da inadequação nutricional em diversos grupos atléticos, ressaltando como influências do comportamento alimentar individual o estilo de vida e aspectos culturais.


Por todas essas premissas, faz-se pertinente a participação da Nutrição Esportiva como mais uma área de conhecimento importante na Gestão do Esporte, sendo uma área de atuação capaz de avaliar a rotina das atividades do atleta e também as particularidades em suas respostas metabólicas, condições fisiológicas e de rendimento, indicando os padrões alimentares adequados e atuando diretamente sobre o desempenho dele.


Fontes imagens:

Divulgação

vidanutritiva.net


Fontes de pesquisa e material para aprofundamento:


http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732007000600010


http://www.nutricaoempauta.com.br/lista_artigo.php?cod=441

 


COMENTE ESSA NOVIDADE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
Aspectos do Comportamento Motor: por que o gestor deve estar atento a isto?
Aspectos do Comportamento Motor: por que o gestor deve estar atento a isto?
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
GALERIA

Conheça os Profissionais GestãoEsporte.com

PUBLICAÇÕES
publicado em 29 de junho de 2014
Vol. 4, No 1 (2014) Revista Intercontinental de Gestão Desportiva<< Leia mais >>
publicado em 21 de maio de 2014
Vol. 4 (2014) Suplemento 1: I Congresso Internacional de Responsabilidad Social y Corporativa y Gestión Deportiva<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 2: XIV Congresso APOGESD - Da Liderança à Inovação: O Papel do Gestor Desportivo<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 1: V Cong. Brasileiro sobre Gestão do Esporte - Gestão do Esporte no Brasil: Vicissitudes, Limites e Formação<< Leia mais >>
Gestão Esporte :: O seu ambiente virtual para discussões esportivas :: Juiz de Fora - MG

(32) 9801-0111

(32) 8707-6229