NOVIDADE

Copa 2014: o espírito torcedor em comercialização

20

Fev

2014


Por Luiza Lourenço
E-mail:luiza.lourenco@gestaoesporte.com


A movimentação na economia brasileira potencializada pelo Esporte é um fenômeno atual que já foi tratado aqui no gestaoesporte.com. A indústria de artigos relacionados à temática encontra um espaço para desenvolvimento na exploração desse mercado, que tem seu potencial ampliado pela iminência da Copa do Mundo.


Na consolidação da imagem de um país sede exemplar, há que se investir também na imagem do torcedor exemplar. Inúmeros acessórios e produtos embarcam no sentimento do brasileiro pelo esporte, propiciados pelo mercado favorável ao consumo. O estoque de produtos passa por camisas oficiais, chuteiras, bola, mochilas, chinelos, cornetas, apitos, perucas e outros adereços que promovam o "verde-amarelo". Também entram na lista alimentos e bebidas que fazem alusão à competição, além de propagandas, slogans e material publicitário que incitam o espírito torcedor constantemente.


Os produtos oficiais também começam a ser vendidos, entre eles, estão miniaturas da taça e pelúcias da mascote Fuleco. Segundo matéria publicada no meionorte.com, a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte prevê aumento de 40% das vendas de itens relacionados à Copa, frente a junho do ano passado e 18% frente ao campeonato de 2006. Diferentemente de 2013, quando muitos produtos ficaram encalhados nas lojas que apostaram na Copa das Confederações, a expectativa para 2014 é mais otimista, já que essa é uma competição tradicionalmente mais visada.


Esboçando uma ideia do que pode ser o sucesso desse segmento do mercado, tem-se como exemplo o caso da empresa Fantastic Brindes, apresentado pela equipe Redação em Campo. Com aplicação de 80% de seus investimentos no Kit Torcedor (contendo corneta, vuvuzela, caneca, apitos, copo, zumbina e mochila) a empresa já fatura. Só no início deste ano, já fechou orçamentos de aproximadamente 100 mil kits para grandes empresas, o que equivale à venda de mais de 400 mil produtos. O faturamento que era de R$ 150 mil em junho de 2013 saltou para R$ 380 mil no final do ano passado e a expectativa é de que triplique até a Copa.


Na ótica do Marketing Esportivo, o pesquisador Victor Andrade de Melo (2008) aponta que o mercado não promove apenas os produtos que querem vender, mas também um modo de vida relacionando o esporte a diversos valores, hábitos e costumes que ajudam a reiterar. Alguns artifícios como a utilização de atletas na divulgação das marcas também são recorrentes. Assim, cria-se uma relação de identidade que move o consumidor através dos valores do esporte.


O segmento esportivo pode ser um grande aliado ao setor econômico, com destaque aos Artigos Esportivos, que representam um ganho expressivo. Entendendo a receptividade e o potencial do mercado, encorajando também as micros e pequenas empresas que encontram aí sua possibilidade de crescimento, pode-se colocar em contrabalança o bombardeio de propagandas e produtos que tentam inferir ao consumidor o espírito torcedor e patriota. Afinal, teria limites e, se sim, quais seriam estes para a comercialização da identidade brasileira na Copa?


Créditos imagens:

www.brindesdacopa.com.br
Bonecos Fulecos fabricados na China- www.dm.com.br


Fontes de pesquisa e sugestões para aprofundamento:


http://redacaoemcampo.com/2014/02/12/micro-e-pequenas-empresas-faturam-com-a-copa-do-mundo/


http://www.cbnfoz.com.br/editorial/esporte/noticias/11022014-90947-copa-do-mundo-ja-rendeu-r-280-milhoes-a-micro-e-pequenas-empresas

http://www.meionorte.com/noticias/economia/venda-de-produtos-da-copa-devem-crescer-em-40-103035.html


MELO, V. A. . Esporte, propaganda e publicidade no Rio de Janeiro da transição dos séculos XIX e XX. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 29, p. 1

 


COMENTE ESSA NOVIDADE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
Aspectos do Comportamento Motor: por que o gestor deve estar atento a isto?
Aspectos do Comportamento Motor: por que o gestor deve estar atento a isto?
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
GALERIA

Conheça os Profissionais GestãoEsporte.com

PUBLICAÇÕES
publicado em 29 de junho de 2014
Vol. 4, No 1 (2014) Revista Intercontinental de Gestão Desportiva<< Leia mais >>
publicado em 21 de maio de 2014
Vol. 4 (2014) Suplemento 1: I Congresso Internacional de Responsabilidad Social y Corporativa y Gestión Deportiva<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 2: XIV Congresso APOGESD - Da Liderança à Inovação: O Papel do Gestor Desportivo<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 1: V Cong. Brasileiro sobre Gestão do Esporte - Gestão do Esporte no Brasil: Vicissitudes, Limites e Formação<< Leia mais >>
Gestão Esporte :: O seu ambiente virtual para discussões esportivas :: Juiz de Fora - MG

(32) 9801-0111

(32) 8707-6229