NOVIDADE

Aspectos do Comportamento Motor: por que o gestor deve estar atento a isto?

17

Abr

2014


Por Luiza Lourenço
E-mail: luiza.lourenco@gestaoesporte.com


No exercício de uma atividade física, aqui especificamente uma atividade esportiva, deve-se observar os aspectos relacionados à área do comportamento motor, que se refere aos processos envolvidos nas ações corporais. Entendê-los pode auxiliar o desenvolvimento do atleta e potencializar os benefícios provenientes da prática esportiva. Dentro deste campo de conhecimento, se encontra o fenômeno Variabilidade, elemento que ganha relevância quando se trata de Aprendizagem Motora e sucesso na atividade em longo prazo.


Como área de estudo, o Comportamento Motor vem sendo aprofundado pelo Grupo de Estudos em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEDAM) da Universidade Federal de Minas Gerais aqui no Portal (acesse o blog aqui). Descrito como a distinção de comportamentos na realização de movimentos padrões, o fenômeno Variabilidade pode e deve ser considerado sob diversos aspectos. E por que essa temática interessaria ao gestor esportivo?


Tomando como exemplo um iniciante em uma determinada atividade física (seja na fase infantil ou já na fase adulta), a preocupação inicial seria a de proporcionar os primeiros contatos através de exercícios básicos, procurando desenvolver as habilidades de maneira gradativa. É preciso compreender que a Aprendizagem Motora só acontece quando a habilidade estiver sido treinada e houver uma retenção deste aprendizado, permitindo ao indivíduo a capacidade de se utilizar dessa mesma habilidade em outras ações.


O gestor precisa ter claro que as atividades básicas e iniciais são fundamentais para o progresso em longo prazo e de excelência. Portanto, a exigência do desempenho do atleta deve corresponder ao seu nível de aprendizado e desenvolvimento motor, além de outros fatores como idade maturacional e condições psicológicas. Desta maneira, o comportamento variável também é compreendido de maneira eficiente e pode ser aplicado em favor do atleta.


Mas, na prática, como o gestor conseguiria usufruir deste fenômeno? De acordo com o conteúdo publicado pelo Gedam (2014) sobre o assunto, pode-se perceber a Variabilidade no Comportamento Motor


a) nas diferentes maneiras com que um movimento padrão é executado, já que o ser humano não consegue repetir exatamente os mesmos comportamentos;

b) na comparação entre duas pessoas distintas realizando as mesmas tarefas, quando cada uma terá um desempenho diferenciado;

c) no processo de aquisição de habilidades motoras, no qual a instabilidade e a distinção entre os movimentos diminui à medida que o indivíduo retém o conhecimento e passa a dominar a habilidade.


Sendo assim, o profissional toma conhecimento das características envolvidas no processo de evolução e formação do atleta quanto ao Desenvolvimento Motor e consegue ir além, quando reconhece que diferenciadas situações promovem também diferenciadas utilizações das habilidades. Ou seja, fatores externos como condições climáticas ou horários das atividades podem influenciar no desempenho do atleta. É pertinente, então, oportunizar ao atleta o maior número de situações possíveis, para que ele possa se adaptar e conseguir a excelência de seu desempenho e a evolução de suas habilidades.


Aprofundar os conhecimentos, produzindo a inovação e também da promoção do Esporte como um elemento modificador da sociedade deve ser a meta para o profissional da Gestão do Esporte. Torna-se então pertinente que o gestor tenha interesse no personagem principal: o atleta. E as condições para que sejam potencializados os benefícios para a saúde e a evolução dele.

 

 

O texto é fruto de uma reflexão a partir do conteúdo apresentado por


GEDAM - Grupo de Estudos em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora - UFMG - http://gestaoesporte.com/blog/gedam-grupo-de-estudos-em-desenvolvimento-e-aprendizagem-motora-ufmg

 

 


COMENTE ESSA NOVIDADE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
O desafio da Copa Sustentável
O desafio da Copa Sustentável
GALERIA

Conheça os Profissionais GestãoEsporte.com

PUBLICAÇÕES
publicado em 29 de junho de 2014
Vol. 4, No 1 (2014) Revista Intercontinental de Gestão Desportiva<< Leia mais >>
publicado em 21 de maio de 2014
Vol. 4 (2014) Suplemento 1: I Congresso Internacional de Responsabilidad Social y Corporativa y Gestión Deportiva<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 2: XIV Congresso APOGESD - Da Liderança à Inovação: O Papel do Gestor Desportivo<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 1: V Cong. Brasileiro sobre Gestão do Esporte - Gestão do Esporte no Brasil: Vicissitudes, Limites e Formação<< Leia mais >>
Gestão Esporte :: O seu ambiente virtual para discussões esportivas :: Juiz de Fora - MG

(32) 9801-0111

(32) 8707-6229